quinta-feira, 30 de julho de 2015

IV Congresso São Pio V (parte II)


Algumas imagens segundo dia

Hoje continuamos postando as imagens do nosso IV Congresso, pontuando, como dissemos, o segundo dia.


Repetimos: o Congresso aconteceu entre os dias 24 e 26 deste mês de julho na capela da Polícia Militar do Paraná Nossa Senhora Aparecida, Curitiba, PR.

Santa Missa Solene, 2º dia - Altar

Aqui eu apareço em primeiro plano





Meus outros dois filhos, Alyson e Addson.




Vista superior do Sacrifício
Diácono Pedro palestra sobre a família e o Modernismo

Auditório da palestra




quarta-feira, 29 de julho de 2015

IV Congresso São Pio V (parte I)


Algumas imagens primeiro dia.

Publico hoje algumas imagens dos eventos realizados durante o IV Congresso do grupo de leigos São Pio V, "A Família Católica e a Sociedade Moderna".
O Congresso aconteceu entre os dias 24 e 26 deste mês de julho na capela da Polícia Militar do Paraná Nossa Senhora Aparecida, Curitiba, PR.
Creio que o Céu desceu sobre Curitiba durante esses dias. Tivemos várias missas (em rito tridentino), palestras e cantos gregorianos realizados pela Schola Canroum do Instituto do Bom Pastor.
Nos próximos dias publicarei fotos do segundo e terceiro dia, especialmente para o deleite do meu amigo Pedro Erik, cujo blog, Thyself, o Lord, tenho acompanhado e pelo qual tenho imenso carinho. Salve Maria!


Relíquia de Nossa Senhora

Relíquia de Nossa Senhora
  
Missa Cantada (1º dia)

Meu Filho Adilson Jr. serve na Missa Cantada (1º dia)






pe Renato dá palestra de abertura: "A família como base da sociedade"
Auditório que assistiu a palestra do pe Paulo Renato.


Diáconos da escola de canto IBP realizando canto gregoriano

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Monteiro Lobato: fábulas I


A assembleia de ratos
By Adilson J da Silva

Fonte: Fábulas, Monteiro Lobato, Editora brasiliense S. A.





Um gato de nome Faro-Fino deu fazer tal destroço na rataria duma casa velha que os sobreviventes, sem animo de sair das tocas, estavam a ponto de morrer de fome.

Tornando-se muito sério o caso, resolveram reunir-se em assembleia para o estudo da questão. Aguardaram para isso certa noite em que Faro- Fino andava aos miados pelo telhado, fazendo sonetos à lua.

– Acho– disse um deles –que o meio de nos defendermos de faro fino é lhe atarmos um guizo ao pescoço. Assim que ele se aproxime, o guizo o denuncia e pomo-nos ao fresco a tempo.


Palmas e bravos saudaram a luminosa ideia. O projeto foi aprovado com delírio disse:. Só votou contra um rato casmurro que pediu a palavra e disse: – Está tudo muito direito. Mas quem vai amarrar o guizo no pescoço de Faro-Fino?


Silêncio geral. Um desculpou-se por não saber dar nó. Outro, porque não era tolo. Todos, porque não tinham coragem. E a assembleia dissolveu-se no meio de geral consternação.

Moral: dizer é fácil, fazer é que são elas.


sábado, 18 de julho de 2015

Fábulas de Esopo III


A raposa e o macaco eleito rei
By Adilson Jr.

Fonte: Esopo: fábulas, Editora L&PM Pocket.

   Reunidos em assembléia, os animais escolheram para rei um macaco cuja dança lhes havia agradado. A raposa ficou com inveja. Ao  ver um pedaço de carne numa armadilha, ela levou o macaco até lá e disse-lhe:


- Encontrei um tesouro, mas não o mereço. Guardei para ti , como presente de investidura. Pega-o.

Sem pensar duas vezes, o macaco aproximou-se e caiu na armadilha. Como repreendesse a raposa por tê-lo enganado, ela lhe disse:

- Um imbecil como tu queria reinar sobre os animais?

Quem se lança numa empresa irrefletidamente, além de poder fracassar, ainda corre o risco de cair no ridículo.