quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Os cristãos adoram a Deus, os muçulmanos outro deus!



Discursos não mudam os fatos
By A. S.

Intelectuais perversos, políticos covardes (seja de esquerda ou de direita) e a imprensa guiada pelo politicamente correto, e infestada por jornalistas intelectualmente deficientes, costumam dividir os muçulmanos em dois grupos: radicais e moderados. Puro engodo! Não bastasse, insistem ainda, mesmo sem autoridade para isso, em espalhar pelos quatros cantos da Terra que muçulmanos e cristãos adoram o mesmo Deus.No dia 6 de janeiro deste ano, ao se pronunciar em cadeia nacional sobre o ISIS (ou EI), Brack Hussein Obama disse: “O Estado Islâmico não fala pelo Islã, eles são assassinos, parte da cultura da morte.” Uma mentira depravada para ludibriar ou acalmar os americanos.

Não existe nada mais podre que possa sair da boca dessa gente. Trata-se de uma depravação moral. Basta olhar as noticias sobre a situação da Europa hoje infestada de muçulmanos. Não! Os muçulmanos adoram algo completamente diferente do que os cristãos adoram, e eles próprios afirmam isso. Eles não adoram o Filho de Deus que morreu pelos pecadores, os quais merecem viver para cultivar a fé cristã. Allá, o deus dos muçulmanos não tem filho e se o tivesse seria um sanguinário matando, estuprando, apedrejando e praticando pedofilia pelo mundo. Portanto, jamais devemos engolir essa mentira sádica de que muçulmanos e cristãos têm a mesma divindade em comum

Num interessante vídeo, o teólogo protestante John Piper dá uma brilhante, teológica e racional explicação sobre a grande e perceptível diferença entre adoração de muçulmanos e cristãos. Piper derruba, com maestria, a grande falácia dos muçulmanos, não muçulmanos e de religiosos de outras religiões que tentam conciliar o Deus dos cristãos com o deus do Alcorão. Assista.
 

2 comentários:

FireHead disse...

É claro que os muçulmanos têm outro deus, ou melhor, um ídolo. Trata-se de um dos 360 ídolos da Kabbah de Meca, o ídolo da lua do antigo paganismo árabe.

Adilson disse...

Olá, nobre Fire Head! Novamente obrigado por comentar.
Você precisava ver o que os livros dados pelo Governo e os professores semianalfabetos ensinam nas escolas brasileiras. Só faltam usar turbantes!