sábado, 30 de abril de 2016

O filósofo e o político: uma combinção explosiva


Corram, esquerdumes! Corram!
Olavo e Bolsonaro: dois nomes que atormentam nossos inimigos.


Há, em nosso país, uma conspiração do silêncio orquestrada e meticulosamente posta em ação contra nomes que representam o conservadorismo e a direita. Isso não é uma piada. Entre os diversos nomes, dois são mantidos há anos no topo de uma grande lista negra: o filósofo Olavo de Carvalho e o deputado Jair Bolsonaro. Tudo que acontece em torno desses dois homens e confirma a preferência do povo brasileiro por eles não é noticiado nos princiapis canais de TV e jornais de grande circulação. Tampouco, esses homens são chamados ao debate contra os principais responsáveis pelo colapso político, econômico e social.
Em toda as manifestações contra o atual governo da petista Dilma Rousseff, desde o ano de 2013 a presente ano, o nome do filósofo Olavo de Carvalho esteve estampado em centenas de cartazes como estas aí em baixo. Essas manifestações de carinho e respeito por este filósofo foram confeccionadas por pessoas de todos os níveis intelectuais e classes sociais. Um fenômeno jamais visto em nossa história. Todos os telejornais e todos os grandes jornais de nosso país se mantiveram num silêncio mortal. Há maior prova para confirmar o que descrevi acima?

 



Mas, o que Olavo nos diz sobre o deputado Jair Bolsonaro? Leiamos suas palavras:
"Perguntam-me o que penso do deputado Jair Bolsonaro. Quando eu era pequeno, meu pai fazia comigo a seguinte gozação: 'Pai, em quem você vai votar para presidente? – Adhemar de Barros. E para governador? – Adhemar de Barros. E para deputado? – Adhemar de Barros. E assim por diante. Pois eu, sem gozação nenhuma, digo que votaria em Jair Bolsonaro para todos os cargos. Há muitos homens valentes neste país, mas ele é o mais valente de todos. Posso discordar dele num ou noutro ponto, mas tenho a certeza de que é um homem honrado e nunca decepcionará seus eleitores".

Definitivamente, a hegemonia esquerdista já foi comprometida e o domínio popular dos trabalhos e dedicação de Olavo e Bolsonaro já uma realidade irreversível. Portanto, corram pra bem longe, esquerdopatas!

2 comentários:

FireHead disse...

No estado actual em que se encontram as coisas, qualquer pessoa de direita é e sempre foi melhor que alguém de esquerda. Isso nem se discute.

Adilson disse...

Nobre FireHead,

É vero e bem dizes. Apenas acrescento: no nosso caso, o Bolsonaro é único que chuta a cara de toda a esquerdalha brasileira. Não é por acaso que ele é o único que o filósofo Olavo sempre apoiou e tem dado apresentado a seus leitores e fãs nesses últimos 4 anos. Bolsonaro chama as coisa pelos nomes e nunca teve medo de ficar isolado, como já aconteceu. Com o advento das redes sociais, dos youtubers, do whatsapp, do aumento nas vendas da literatura conservadora e de direita, e ampliação dos blogs e sites conservadores e de direita, etc., a informação chegou aos milhares de brasileiros. Isso foi bom, pois comprovou que o Brasil ainda tem um forte conservadorismo presente, apesar das desgraças que os esquerdopatas vêm fazendo contra nosso povo.

Até!