terça-feira, 19 de julho de 2016

Santa Bernadette Soubirous e a Imaculada Concepção de Nossa Senhora (I)



Santa Bernadete, rogai por nós!

Ela não tinha nome. Ela não era bonita. Ela não dinheiro. Ela não tinha amigos. Ela quase não tinha o que comer. Ela não tinha casa. Sua pobreza era tanto que chegou a morar numa cela de prisão. Ela vivia muito doente. Ela não era inteligente e não conseguia aprender o catecismo. Ela era completamente desacreditada e geralmente desprezada por causa de sua dificuldade de aprender. Ela chegava a se considerar burra. Enfim, ela não tinha nada. No entanto, a Santíssima Virgem Maria, Mãe de Deus, a escolheu para ser a chave de uma das maiores e significativa Revelação do Mistério da Redenção: o Mistério da Imaculada Conceição. Numa época o ateísmo produzido pelo iluminismo avançava na França e o protestantismo atacava o papel de Maria na salvação dos pecadores, as aparições de Lourdes fortalecem o que a Igreja sempre ensino sobre a Santíssima Virgem Maria.
O padre Paulo Ricardo, como sempre, em um dos seus vários vídeos faz uma narrativa detalhada sobre as aparições de Nossa Senhora de Lourdes. A primeira vez que eu li e assisti algo sobre santa Bernadete, a primeira certeza que obtive foi esta: Deus ainda escolhe pessoas na escuridão da pobreza. Creio que isso se deve justamente porque é justamente porque lá há o terreno fértil para a sinceridade, e não para o desespero, como pregam os sabichões esquerdistas. Agora entendo porque o primeiro alvo dos comunistas e dos liberais são os pobres.

2 comentários:

FireHead disse...

Não concordo com isso dela não ser bonita. As imagens dela, mesmo cadáver, mostram o contrário. E nestas coisas Deus sempre agiu em conformidade com as necessidades da época, servindo-se de Nossa Senhora, que por sua vez se serve de um de nós, do povo de Deus. Lembro-me que foi também graças à Nossa Senhora, que apareceu em Guadalupe, que o México foi verdadeiramente convertido ao Cristianismo, graças ao testemunho de São João Diego, quando nem os próprios espanhóis, conhecidos por terem destruído violentamente as culturas e o paganismo indígenas, o conseguiram. Aliás, o próprio São João Diego era um pagão convertido já numa fase adulta avançada.

Adilson disse...

Bem, você decide. Certamente o poder que envolveu santa Bernadete supera todas essas nossas considerações. De fato, o corpo dessa santa é por si só um imenso milagre, pois ficou enterrado muitos e muitos anos, e só foi, enfim exumado, após a morte da madre superiora do convento onde a santa ficou reclusa. A madre, que a oprimiu durante anos, não considerava autorizava a retirada do corpo da santa. Quanto ao milagre da Virgem de Guadalupe considero muito grandioso. Como bem lembras, São João Diego já estava em idade adulta quando Nossa Senhora lhe apareceu. Isso prova que esse homem era dotado do que os estudiosos da Igreja chamam de "virtude da perfeição". Esse santo, que era pobre e humilde (mais uma vez), certamente possuía o que Nossa Senhora procurava encontrar em de seus filhos. Realmente, parece-me que esses fatos estupendos da história da Igreja provam que Deus realmente intervém por meio de Nossa Senhora. Eis um mistério que me assusta até hoje.